segunda-feira, 19 de abril de 2010

Os Leprosos


“Então, disseram uns para os outros: Não fazemos bem; este dia é dia de boas-novas, e nós nos calamos; se esperarmos até à luz da manhã, seremos tidos por culpados; agora, pois, vamos e o anunciemos à casa do rei.” (2 Reis 7:9 ARA)

Temos que aprender algo com estes leprosos. A frase “este é dia de boas novas” não sai da minha cabeça faz duas semanas, afinal a palavra do Novo Testamento para boas novas é evangelho. “Este é dia de evangelho”.

Te convido a ler este capítulo desde o início para entender a história, mas resumindo estes leprosos estavam para morrer e arriscando encontrar comida encontraram um tesouro. Nos seus corações, era impraticável ficar com tudo aquilo sem repartir com seus compatriotas, mesmo sabendo que por serem leprosos continuariam sendo rejeitados, imundos para a sociedade.

Meu irmão, nós que encontramos a Cristo e nos entregamos a Ele para salvação, encontramos um tesouro. Nos alegramos, nos lambuzamos todos como criança comendo mel, nadamos nas águas abundantes da paz do Senhor, navegamos pelo oceano do Espírito, participamos da maravilha do Reino vindouro, nos tornamos participantes de uma nova raça. NÃO NOS CALEMOS. Como aqueles leprosos correram para a caa do rei para anunciar que encontraram algo abundante, corramos nós também na direção de todos os famintos de alma e espírito.

Os leprosos não tinham nada a perder, iam morrer de fome. Se fossem encontrados pelos sírios seriam mortos. Não havia comida nem para os sãos, as cabeças de jumento já valiam como iguaria fina. Mas tudo mudou, encontaram muita comida. Como ficar calado? Como esperar até amanhecer?

Veja como é simbólico isso. Tem senso de urgência, tem senso de responsabilidade, tem generosidade, tem gratidão, não tem medo de rejeição. Dá prioridade para anunciar as boas novas em detrimento até do senso de auto-preservação.

Que isso nos inspire…

“Pai, quero entender o que é importante e o que não é. Quero aprender a ter uma atitude altruísta como daqueles leprosos.”

Mário Fernandez

Deixe o seu comentário no site: http://www.ichtus.com.br/dev/2010/04/16/os-leprosos/