segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

O risco da murmuração ou a oportunidade de gratidão?-Lição 4

O risco da murmuração ou a oportunidade de gratidão?


Números 14.1-12; I Pedro 5.5-7; Romanos 8.28-29


INTRODUÇÃO

• Quando a desilusão abate a esperança – a história de Pedro Paulo.

• Quando a esperança abate a desilusão – a história de Jorge.

• Uma escolha permanente – cair com a desilusão e escolher a murmuração ou crescer com gratidão e em esperança?

FUGIR DO RISCO DA MURMURAÇÃO E ABRAÇAR A OPORTUNIDADE DA GRATIDÃO

I – O RISCO DA MURMURAÇÃO NOS LEVA A UMA DISTÂNCIA DE DEUS (Números 14.1-12)

• A murmuração resulta da desconfiança em Deus (14.1-2,8).

• A murmuração resulta de uma falsa segurança (14.2).

• A murmuração revela uma cegueira em relação aos métodos de Deus (14.11).

• A murmuração revela uma rebeldia interior – "rebeldia é como o pecado de idolatria" (Salmo 95.7).

A murmuração não tratada nos dirige para um final funesto

"Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração, como foi na provocação, no dia da tentação no deserto" – Hebreus 3.7.
II – O EXERCÍCIO DA GRATIDÃO NOS APROXIMA DE DEUS E NOS AFASTA DA MURMURAÇÃO (Números 14.11; I Tessalonicenses 5.18; I Pedro 5.6; Salmo 147.1-7)

• Gratidão surge quando se medita nas intervenções amorosas de Deus (Números 14.11).

• Agradecer, apesar das circunstâncias, revela o desejo de submeter-se aos propósitos e métodos de Deus – I Pedro 5.5-7.

• Gratidão está associada a Fe – Deus sempre tem uma saída para nossas crises. Romanos 8.28-29.

Gratidão cresce no meio das crises, crises estas que vividas sem murmuração aprofundam nossa confiança em Deus.

APLICAÇÃO FINAL

COMO PASSAMOS DA MURMURAÇÃO PARA A GRATIDÃO?

• Olhando para o estilo de Jesus Cristo no meio das provações que Ele passou.

• Reconhecendo muitas vezes o deserto no qual estamos.

(Estou preso a uma perda ou a uma circunstância difícil de carregar?)

• Admitindo que temos murmurado.

(Tenho murmurado, falado mal de pessoas, estado amargurado(a)?)

• Resolvendo confiar em Deus, novamente.

(Estou em um período no qual tenho duvidado do amor de Deus para comigo?)

• Vivenciando a gratidão diariamente - APRENDER A CONTAR AS BENÇÃOS.

(Tenho parado para olhar também as coisas boas que Deus tem me dado, ou estou concentrando no que perdi ou no que Deus ainda não me deu?)

PERGUNTAS PARA DISCUSSÃO

1. Por que paramos mais para ver o que Deus não está fazendo do que paramos para agradecer o que Deus já fez?


2. Como podemos associar o que Deus diz em I Pedro 5.5-7 com nossa tendência e murmurar e querer as coisas dentro do nosso cronograma e não de Deus?


3. Que momentos no modelo da vida de Cristo nos encorajam a escolher a gratidão em vez da murmuração?