quarta-feira, 31 de março de 2010

Minha Vida é um inferno!


Talvez o título acima até faça com que você não leia até o final, uma vez que não é necessário ninguém te lembrar de... coisas ruins. Por outro lado, é possível que o título abra a sua curiosidade, e faça com que você leia. Estou apostando na Segunda opção.
O inferno é uma figura presente na maioria absoluta das religiões do mundo. O local onde se paga pelos pecados, onde os erros e as maldades cometidos são recompensados com sofrimento. Um lugar onde as almas padeceriam no fogo e no enxofre eternamente. Essa idéia faz com que muitas pessoas acreditem que sua vida é um inferno; tamanho é o sofrimento a que estão submetidos. Nada lhes dá certo na vida. Tudo dá errado. Todos estão contra essas pessoas. Tudo que tocam estraga, e conseguem destruir tudo à sua volta. Talvez nem tanto, mas o sofrimento parece que não tem fim. Não consegue sossego e tranqüilidade por causa dos filhos, do marido, da mulher, dos vizinhos, dos cunhados, das dívidas, etc.
A idéia de recompensa é generalizada em todas as religiões do mundo. Goza-se ou paga-se pelo que se fez na vida após a vida. Se a pessoa foi uma boa pessoa, cumpridora de seus deveres, e generoso, se não fez mal a ninguém, gozará a boa recompensa. Se foi uma pessoa ruim, egoísta e perversa, igualmente gozará da má recompensa de seus atos.
Muito embora Jesus Cristo tenha se referido ao inferno como o local onde o fogo não se apaga e o bicho não morre (Evangelho escrito por Marcos capitulo 9), gostaria de informar que talvez a tua vida realmente pode ser um inferno, uma vida de sofrimentos e tormentos. E gostaria de informar que essa vida pode ser maravilhosa, o céu, o paraíso terrestre.
A palavra inferno tem a mesma raiz da palavra "inferior", e significa "lugar embaixo". O sentido bíblico da palavra é "longe de Deus". A vida das pessoas que estão longe de Deus é um inferno. Uma vida de tormentos, de sofrimentos, de dores e angústias. Uma vida vazia e sem sentido que alguns conseguem preencher com drogas, bebidas, violência, perversões sexuais, e... destruição... Uma vida que alguns preenchem com viagens, hobbies, e diversão. Uma vida confusa, caótica, sem destino, sem objetivo, sem finalidade... Um dia o vazio, o nada começa a ameaçar... avançar... e dominar!
Muitas vezes nós olhamos para a vida dessas pessoas, e vemo-las rindo, brincando e se divertindo... com carros novos, morando em casas luxuosas, viajando para lugares distantes, exóticos e diferentes, e achamos que são felizes. Sentimos até uma ponta de inveja. Mas isso porque não vemos sua angústia, a sua dor...o seu inferno! Lembro-me de uma cena do filme BATMAN em que o Coringa se vira e diz mais ou menos o seguinte: o riso que vês em meus lábios apenas esconde a dor que sinto em meu peito.
Raimundo Correa, um poeta simbolista do final do século do século passado escreveu um so-neto chamado MAL SECRETO, onde fala de pessoas que vivem um inferno, mas que transparecem serem felizes, mas que a sua única felicidade, talvez, seja parecer ser feliz aos olhos de outrem.
As pessoas não precisam de bons empregos, de comida em fartura, de roupas novas e caras, de casas bonitas, de carros do ano ou de luxo ou ostentação para serem felizes. Elas precisam de paz em sua alma. Uma paz que é roubada, destruída por um mal congênito, uma doença chamada "pecado" que nos afasta e nos atira para longe de Deus, tor-nando a nossa vida um... inferno!
Não basta você pensar e acreditar que Deus está contigo, e que é filho(a) de Deus. É ne-cessário que o Espírito de Deus habite em ti, e te oriente no caminho em que deves andar.
Como ocorre isto? Com a confissão incondicional dos próprios pecados e da inutilidade dos próprios esforços para vencer o pecado; com a confissão de próprios lábios aceitando o perdão e a salvação que há na cruz de Cristo; com o convite, a súplica para que o Espírito Santo de Deus venha habitar em nós. E conhecer Deus através da Bíblia.
A vida das pessoas que andam nos cami-nhos de Deus é um paraíso. Em meio às dificulda-des, às lutas e adversidades comuns à vida de qual-quer ser humano, têm a força do Espírito e do a-mor de Deus para resistir, suportar e vencer.



Autor: Takayoshi Katagiri