segunda-feira, 20 de junho de 2016

Como realizar uma cerimônia de bodas de ouro


Apresentação dos esposos

Dirigindo-se aos presentes, o ministro dirá:
"Queridos irmãos e amigos, estamos reunidos na presença de Deus e destas testemunhas a fim de celebrar os votos de cinquenta anos de casamento de nossos irmãos ___________________ e ________________________ (nomes e sobrenomes dos esposos).
"Louvamos a Deus pelos casais vitoriosos que têm-se mantido fiéis a seus votos. Disto são exemplo digno de honra nosso irmão__________________ (nome do esposo) e sua digna esposa__________________ (nome da esposa), com os quais nós nos alegramos agora, celebrando este aniversário de bodas de ouro. E para mim uma grande honra dirigir a cerimônia de um aniversário tão glorioso e transcendental"

Renovação de votos

Dirigindo-se aos esposos, o ministro dirá:
"Durante cinquenta anos vocês têm-se conservado fiéis em seus votos, tendo empenhado sua palavra e seu amor. Os anos têm transcorrido na infinita sucessão do tempo, e a vida tem-se mostrado agitada, com os muitos acontecimentos do viver diário. Vocês têm sido açoitados por enfermidades, divergências de opinião, problemas familiares; enfim, adversidades mil! Porém, nada disto tem dobrado vocês; pelo contrário, com virtuosa sabedoria e paciência, vocês tem permanecido fiéis um ao outro."

Dirigindo-se ao esposo, o ministro lhe dirá que repita estas palavras:
"Eu, ______________________ (nome do esposo), nesta cerimônia comemorativa de nossas bodas de ouro, reafirmo-lhe as promessas que fiz há cinqüenta anos, rogando a Deus que não permita que nada, a não ser a morte, nos separe. Por­tanto, uma vez mais, eu comprometo a minha palavra e meu amor."

Dirigindo-se à esposa, o ministro lhe dirá que repita estas palavras:
"Eu,__________________(nome da esposa), que cele­bro com você estas bodas de ouro, prometo-lhe, com a ajuda de Deus, cumprir as promessas que lhe fiz há cinqüenta anos, e ser fiel esposa até a morte. Portanto, eu comprometo a mi­nha palavra e o meu amor."

Entrega de alianças

Dirigindo-se ao esposo, o ministro lhe dirá que repita estas palavras:
"Querida esposa, com esta aliança reafirmo-lhe as pro­messas que lhe fiz. Que ela seja o símbolo de pureza e perpetuidade de nossas promessas de fidelidade um para com o outro."

Dirigindo-se à esposa, o ministro lhe dirá que repita estas palavras:
"Querido esposo, com esta aliança eu declaro-lhe o meu amor e a minha constância, e em honra dos seus esforços e de sua fidelidade a Deus, à sua esposa e à nossa família, reafirmo-lhe minhas promessas e minha fidelidade."

Nenhum comentário: